Em terras peruanas!

Chegamos à aduana boliviana e fomos fazer o controle de saída, tínhamos guardado todos os comprovantes dos pedágios, mas não pediram nenhum. Já no lado peruano carimbamos os passaportes e preenchemos a papelada do carro, aproveitamos para perguntar ao oficial sobre o seguro para o país e ele disse que se o nosso internacional cobrisse o Peru não tínhamos que fazer nenhum outro.

Fomos contornando o Lago Titicaca até nossa primeira parada neste país, a cidade de Puno. A cidade é muito parecida com a vizinha boliviana, sendo que Puno é mais movimentada.

BOG PERU PUNO 2
Navegando pelo Titicaca!
Ilhas flutuantes do Titicaca!
Ilhas flutuantes do Titicaca!

Nos dois dias que ficamos na cidade visitamos o centro e as Ilhas de Uros aonde vimos a arte de construir embarcações e ilhas com juncos. Aqui conhecemos outros cinco brasileiros que estavam viajando de moto pela América do Sul, sendo que um deles (Jorge) está indo para o Alaska.

Como nosso roteiro está sempre mudando, ao invés de Arequipa seguimos para Cusco, mas antes de seguir viagem fomos encher nosso tanque e descobrimos que aqui vendeu o combustível por galão, o preço não é dos melhores ficando em torno de R$1,95. Saindo da cidade fomos parados em nossa primeira blitz no Peru, o guarda nos pediu os documentos de praxe e por fim o seguro, demos nosso cartão e ele começou a dizer que precisávamos de um papel dizendo quais países incluíam, no Brasil ninguém nos informou que precisávamos de tal documento, principalmente a seguradora do BB. Explicamos para ele que se quisesse era só ligar para o número que constava e ele teria a confirmação, ele disse que prenderia o carro e aplicaria uma multa, nós ficamos ali um bom tempo discutindo a questão, por fim nos pediu propina e nós dissemos que era melhor multar, afinal de contas, alguém que não fosse nós teria que pagar depois este prejuízo, pois temos seguro para o Peru. Depois de muita conversa fomos liberados e prometemos ligar para o Brasil e saber de tal documento.

Até Cusco seguiu tudo bem, paisagens interessantes e já sentindo cada vez mais forte as influências do povo de Inca.

Cusco, a preciosa das montanhas peruanas!
Cusco, a preciosa das montanhas peruanas!

Entrando na cidade ficamos encantados com tanta harmonia. Cusco é linda e tem muito a oferecer, é gostoso andar por suas ruas, entrar em seus cafés, sentar nas suas praças, percorrer as suas vielas com muros feitos pelo povo de Inca. Tiramos um dia inteiro para visitar Machu Picchu, e nos arrependemos de ir no primeiro trem e voltar no último, ficamos extremamente cansados, pois como fomos de carro para Ollantaytambo tivemos que sair de madrugada para chegar a tempo, mas claro que valeu a pena. O custo é muito alto, pagamos 160 dólares cada um e infelizmente não estávamos bem em relação a altitude para fazermos a Trilha Inca conforme nossos planos iniciais, vai ficar para outra vez! Machu Picchu é tudo o que imaginávamos e muito mais, não só pela história que envolve o lugar, mas por sua localização e a beleza do entorno.

Machu Picchu no início da manhã!
Machu Picchu no início da manhã!
Mais Cusco!
Mais Cusco!

Existem muitos passeios organizados para se fazer na região de Cusco e vale a pena ter um guia, torna mais enriquecedor e é mais econômico também. Aqui comemos nosso almoço mais barato e mais saboroso por R$5,00 com direito a entrada, prato principal, sobremesa e suco!

Cinco dias foram pouco, aqui há muito o que ver e para não ficar tão corrido abrimos mão de conhecer alguns lugares priorizando outros.

Até breve Cusco!
Até breve Cusco!

O Peru é um país bem turístico e os preços são bem mais altos comparados com a vizinha Bolívia, mas depois de três dias rodando com o combustível deles o carro voltou a ter um bom desempenho, o que explica em partes os nossos antigos problemas na Bolívia – o combustível de lá não é bom.

Anúncios

3 comentários Adicione o seu

  1. Dani disse:

    Poco tempo per Cuzco e dintorni! Avrebbero meritato qualche giorno in più. Sarà per la prossima volta.
    Comunque sono contento che in ogni posto troviate sempre cose interessanti da fare e da vedere. Quando sarete sulla costa del Pacifico, non dovete perdervi il famoso “cebiche” peruviano. Fate peró attenzione a mangiarlo in luoghi puliti, altrimenti correte il rischio di un mal di pancia, come successe a me una volta. Ma é cosí buono che bisogna correre il rischio!
    Buon proseguimento
    Dani

  2. Allan Becker disse:

    Parabéns pela iniciativa e por estarem dividindo esta experiência maravilhosa conosco.
    Sou trolleiro tb e apaixonado por viajens (apesar de não viajar muito, tenho muitos planos para um futuro proximo.)
    Tem algum lugar que vocês postam as fotos?

    Abraço, muita luz pra vcs e “suerte”.

    1. expedicaoih disse:

      Olá Allan,

      Ficamos felizes em compartilhar os nossos bons momentos!
      Lá em cima na parte do blog aparece escrito: Acesse o site http://www.infinitahighway.com.br
      Dentro do site tem a parte das galerias onde você pode através das bandeiras de cada país escolher qual deseja ver, o mesmo servem para os vídeos.
      Abraços e obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s