Perto da Metade do Mundo!

Seguimos para a fronteira e foi bem tranqüilo, só estávamos um tanto receosos devido às muitas recomendações com a segurança do local, mas correu tudo bem. Assim como no Peru, no Equador é exigido um seguro próprio para o carro – SOAT, mas conversando com o oficial aduaneiro e mostrando o documento do nosso seguro fomos liberados sem problemas.

Desde a região de Tumbes no norte do Peru a paisagem vinha mudando, e cada vez mais que íamos entrando no Equador o verde ficava mais presente e a umidade também. Optamos por viajar somente pela serra e nossa primeira cidade foi Cuenca.

A estrada é boa, apenas tivemos que tomar um desvio por causa das chuvas que deterioraram parte do caminho, mas que também se encontrava em bom estado. Foi fácil circular pela cidade, a diferença no modo de conduzir por aqui é grande, os motoristas dão a preferência, respeitam as faixas de pedestres e os sinais de trânsito, a buzina é usada com moderação.

Cuenca é uma cidade com um centro histórico bem conservado e muito agradável, têm muitos museus interessantes a maioria com entrada franca e os que não têm cobraram um preço extremamente acessível. Fomos bem recebidos em todos os lugares, ganhamos degustações de bala e sorvete, tudo muito gostoso. Por todos os lados as mulheres vendem suas frutas fatiadas em saquinhos e banana de tudo quanto é jeito.

Desde o ano de 2000 o Equador adotou como moeda nacional o dólar americano, mas não é por isto que os preços são caros, na verdade foi o combustível mais barato que pagamos até agora, o galão é vendido (aproximadamente 3.8l) pelo inacreditável preço de R$1,75, pena o país ser tão pequeno!

Partimos de Cuenca para a cidade de Baños de Água Santa para desfrutar das belezas do vulcão Tungurahuaa e da Rota das Cachoeiras. Os dias em que estivemos em Cuenca o tempo não estava firme, e de horas em horas caía uma pancada de chuva, mas logo parava e o céu abria, mas indo para Baños pegamos uma chuva torrencial e não tivemos como visitar a ruínas de Ingapirca.

Já em Baños a chuva continuava, mas tivemos a sorte de encontrar um bom lugar para ficarmos, tranqüilo com vista para uma cachoeira e ao som dos grilos. Depois de dois dias esperamos o tempo melhor desistimos e resolvemos sair com o carro para a Rota das Cachoeiras. Deu para aproveitar, andamos em duas tarabitas (um tipo de teleférico) sobre cachoeiras e foi bem divertido, claro que queríamos ter visto o vulcão e ter mergulhado, mas o tempo não nos permitiu desta vez.

Rota das Cachoeiras!
Rota das Cachoeiras!

Partimos felizes para a Laguna Quilotoa (laguna de águas verdes que fica dentro da cratera do vulcão Latacunga), não é só possível chegar de carro até o mirador como a estrada é ótima e o preço apenas de U$2,00. Depois de um tempo contemplando suas águas seguimos para a capital Quito.

As Águas turquesas do Quilotoa!
As Águas turquesas do Quilotoa!

Agora falta bem pouco para chegarmos a metade do mundo!

Anúncios

8 comentários Adicione o seu

  1. Paulo Zanetti disse:

    Curtam o diesel barato, a beleza das flores, o tamanho enorme (ao inverso do preço que é bem baixinho) do camarão e a beleza e sabor das frutas locais; o Equador é uma ótima experiência. Se puderem visitar galápagos, não vão se arrepender. Viajar é preciso!

    1. expedicaoih disse:

      Olá Paulo!

      O Equador é um ótimo país e estamos gostando bastante, pena ter chovido tanto por aqui.
      Já consultamos algumas agências para saber sobre os passeios para Galápagos mas o orçamento é salgado demais para irmos agora, talvez quando estivermos descendo possamos arriscar um gasto alto assim, rsrsr, mas temos certeza de que vale a pena.

      Abraços dos viajantes!

  2. Daniele Delnevo disse:

    Ottima decisione quella di andare a Baños e alle cascate!
    A Quito mi permetto di suggerirvi, naturalmente, il centro storico che é molto bello (patrimonio culturale dell’umanitá). Per l’Ecuador e la Colombia un avvertimento: nelle cittá non mettete in mostra cose di valore, come macchine fotografiche, lap top, ecc.
    Ma, se vi interessa un po’ di relax, prendete la strada che va verso l’Amazzonia, passando per Cumbayá, Tumbaco, ecc.), arrivate al passo “de la Virgen” a 4.200mslm. In questo punto potete prendere una strada sterrata a sinistra (ma al primo bivio poi prendete a destra) e salite fino a un posto di antenne di telecomunicazioni a circa 4.500mslm dal quale si gode uno spettacolo impressionante dei 34 laghi e laghetti del “Pàramo umido di Papallacta”. E’ un ecosistema che si trova soltanto in Ecuador e Colombia. Se dalle antenne, dove lasciate il fuoristrada, scendete un po’ verso i laghi, in direzione est, entrerete in contatto diretto con questo ecosistema unico al mondo. L’unico suo problema è che molto spesso ci sono le nubi.
    Tornati sulla strada al passo de la Virgen proseguite per Papallacta e andate alle Terme (non quelle dentro il paese, che non sono belle) prendendo una strada a sinistra in salita proprio prima di entrare nel paese. Sono le migliori terme che io abbia mai conosciuto. Si trovano a 3.300mslm e sono circondate da un paesaggio imponente. Io al posto vostro non me le perderei. Da Quito ci vuole circa un’ora e mezza, forse anche meno.
    Vi posso anche dare suggerimenti per montagne, o per rifugi alla base di montagne (ad esempio il rifugio del Cotopaxi, a 4.800mslm: si lascia la macchina a 4600m e si cammina per un’ora circa). Fatemi sapere se vi interessa.
    Buon proseguimento

    Daniele

    1. expedicaoih disse:

      Ciao Daniele,

      Qui in Ecuador piove molto e per questo no abbiamo riusciti a salire il Cotopaxi, molti posti no se può vedere di tante nubi que hanc’è, maggio e giugno è periodo delle ague e così cambia molto i giri per i posti.
      La parte della Amazonia andiamo a vedere in Brasile, così possiamo investire anche in nostro paise, però sarebbe molto buono per noi informazioni di Colombia, se puoi aiutarci sarebbe ottimo.
      Grazie mille!

  3. Marina disse:

    Quantas coisas novas, hein?
    A experiência de passar por tantos policiais é um teste de paciência!
    Haja!
    bjos e continuem tendo uma ótima viagem!!!

  4. RODRIGO MARTINS disse:

    Estou adorando os videos as fotos e os resumos, quando vcs chegarem no meio do mundo não deixa de fazer os videos, quero ver uma montagem como só vc sabe fazer.

    Gostaria de bater um papo com video, se for possivel é claro.

    Continuo na torcida e boa viagem, ops Aventura. T+

  5. Weber Cheli Batista disse:

    Tenho uma Ranger CD 2.3L 16V a gasolina 4×2 e pretendo prepara-lá para uma viagem até Ushuaia. Gostaria de sua opinião profissional sobre viajar com essa pick up fora do Brasil, pois fui de Porto Velho-RO até Foz do Iguaçu-PR sem problemas. Aguardo ansioso a resposta.
    Att. Weber Cheli

    1. expedicaoih disse:

      Olá Weber,

      Mandei um e-mail te respondendo. A resposta ficou muito longa 🙂

      Abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s